quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

MEU SOBRINHO PARANORMAL


MEU SOBRINHO PARANORMAL (capítulo V e último)

O tempo foi se passando...
Num dia, minha cunhada disse que seus filhos haviam se tornado rebeldes, e ela não sabia mais o que fazer. Desanimada, comentou sobre a paranormalidade do mais velho, dizendo que aquilo, parecia coisa do mal. Eles eram adolescentes e todos pareciam ter enlouquecido de vez...

Meu irmão, extremamente católico, rezava e assistia a missa todos os dias.Viu sua família inteira sair do seu contrôle, deixando-o decepcionado com a vida.
Ele não gostava de visitas, queria viver somente cercado pelos filhos e sua esposa.

O curioso, é que isto é uma característica de quase todos os meus irmãos homens. À medida que iam se casando, era como se enterrassem o passado, colocando uma pedra sobre nós.

Demorava tanto para nos vermos, que, quando isso acontecia, era até engraçado.
Eu nunca deixei de ama-los, apesar da esquisitisse e do descaso conosco.

Meu sobrinho que, não fazia nada para provocar os seus poderes, passou a ter que suporta-los, toda vez que eles se manifestavam de forma aleatória, incoveniente e assustadora.

Certa vez, no trabalho, ele conversava com seus colegas, no quarto do alojamento.De repente, a vidraça se explodiu. Outras vezes, eram pedradas nas janelas, que deixavam todos muito assustados. Esses fatos repetitivos iam afastando as pessoas dele.

Ele saiu da empresa e se tornou autônomo.
Aquele fantasma do cachorro, o incomodou várias vezes, lá no interior. Outros fantasmas também surgiram.

Conquistar mulher bonita, nunca foi problema pra ele; porém, quando estava namorando, coisas terríveis aconteciam, obrigando-o à contar a sua história, que até naquele momento, ele havia omitido.

Num dia, ele namorava dentro do carro, quando os dois ouviram o toca fitas ligar sozinho.Depois, o barulho da fita sendo colocada no aparelho... logo em seguida, ouviram uma música inteirinha, que foi sucesso na voz de uma cantora famosa, que se destacou nos anos setenta.

Meu irmão ficou diabético e minha querida cunhada, cuidou dele com o maior carinho. Depois, ela apresentou problemas no coração. Fez alguns tratamentos, mas ao ficar diabética também, logo morreu.

Meu irmão, além de doente, continuou enfrentando os desafios familiares, sozinho, e dessa vez, mais fragilizado ainda, porque havia perdido a sua amada.

Aquele senhor viúvo, pai de sete filhos, era um homem inocente em vários aspectos. Não estava preparado, para a evolução daqueles dias sofridos.
Quando a doença se agravou, nós nem ficamos sabendo. Havia um sigilo misterioso, esquisito...
Meu irmão morreu, e nós só fomos saber, quase um mês depois.

Quando os filhos homens vieram nos avisar, ficamos sabendo também, que meu irmão havia sido surrado pelas filhas, pouco antes da doença se agravar. Aí ele foi internado no hospital da cidade, onde nem chegou a esquentar o lugar.
Depois, as brigas dos irmãos foi tanta, que cada um, foi pro seu canto.
Meu sobrinho ficou cuidando daquele irmão, assim como ele havia previsto, lá... no passado.

Vez ou outra ele vem nos visitar, mas vem como um cometa, deixando apenas o seu rastro.

SE PARA BOM ENTENDEDOR
POUCAS PALAVRAS BASTAM
ELE FOGE DE SI MESMO
CORRENDO DOS FANTASMAS AFINS
NÃO SE PRIVANDO DOS RECURSOS
QUE HÁ MUITO VIRARAM MODA, E FIM.

22/01/2010






8

Amapola disse...

AH... havia me esquecido de dizer:
Meu sobrinho, parece um lobo solitário.

Virgínia Allan disse...

Amapola, era para o teu sobrinho trabalhar toda esta força afim de ajudar a outros, para isso ele foi escolhido, não é todo mundo que pode dispor de tanta força interior. É uma pena que tudo tenha acabado assim. Poderia ter lhe valido tanto, mas a verdade é que, talvez, não estejamos preparados para lidar com algo, ao nosso ver, ainda tão desconcertante. Beijo, querida

Silvana Nunes .'. disse...

Caramba, Amapola. É uma pena que tenha tido um final desses.
Beijo grande.

Zé Carlos disse...

Oi minha menina, triste sua história familiar....

Deus te conforte!!! Beijão do ZC

Juliana Galante disse...

Ainda não consegui vir ler tudo que quero e preciso, sim, ler o que vc escreve é preciso... Mas na minha correria de hoje eu precisava no minimo vir te contar o quanto vc tem sido importante nos meus dias... vc não pode imaginar o quanto...
Obrigada por entrar na minha vida assim...desse seu jeitinho tão especial
um beijo enorme da Ju

Silvana Nunes .'. disse...

Ontem eu passei pelo seu estado.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja um BOM DIA !
Saudações Florestais !

Zé Carlos disse...

Maria, pq vc não responde ao meu e-mail? Estou aguardando.... Beijosssssssss ZC

Zé Carlos disse...

Maria, eu gosto de tal maneira dos seus comentários tão balizados, coerentes, bem escritos e lindos, que uma hora vou fazer uma coletânea deles e montar um post só seu!!!!

Vc é um encanto. joseccm@terra.com.br

Bjs do Zé Carlos

POSTAR UM COMENTÁRIO

7 comentários:

  1. Testando se é possível comentar aqui.

    ResponderExcluir
  2. Caramba amiga! "Existem mais mistérios entre o céu e a terra do que julga nossa vã filosofia" Tvz se ele fosse bem orientado ajudaria muita gente,mas, como nasceu em família simples,que não sabiam o que fazer e também não foram preparados para lidar com o dom dele,essa manifestação não foi aproveitada infelizmente. Adorei toda a história e é claro deixou-me uma reflexão:O que é muito bom pra um,pode não ser para o outro,por isso não devemos julgar ninguém!
    Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  3. Ola querida! Obrigada pela visita! Sim: o seu sobrinho eh um ser de luz que veio prestar servico nessa terra e profetizar o fim dos tempos, lembrar as pessoas da salvacao atraves de Cristo Jesus que morreu na cruz para nos livrar do passado. Os diamantes aao a vida eterna que esta garantida para aqueles que confiam plenamente que Cristo eh o caminho a verdade e a vida e que ninguem vai ao Pai a nao ser por Ele. Espero que Ele toque o seu sobrinho para que ele possa fazer milagres no mundo atraves dele, mostrando ao mundo que a realidade espiritual eh anterior a realidade material!

    Adorei ler essa linda estoria e seu espaco! Abraco!
    E vamos confiar na vida! :)

    ResponderExcluir
  4. Muito lhe agradeço por ter visitado meu blog e por estar me seguindo.E,principalmente pelos comentários de incentivo.Sou ainda uma iniciante e muito tenho que aprender.Grata.
    Gosto muito do que você escreve.

    ResponderExcluir
  5. Enfim consegui chegar ao seu blog, Maria, através de um comentário seu no blog da Marinha.

    Que história impressionante essa do seu sobrinho. Parece que ele tem medo dos poderes que tem, não é? E não acredito que ele possa fugir, fingir que nada acontece. Acho que uma hora ele vai saber lidar com a situação e, acredito, sua vida só vai melhorar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. O texto prende a gente na leitura. muito bom. O argumento é verdadeiro??Me pareceu

    ResponderExcluir
  7. Li todos e deixei para comentar no final.Admirei a sua capacidade de narração,limpa,clara e resumida sem prejudicá-la. Se ele tivesse frequentado um Centro Espírita,estudado a Doutrina e educado a mediunidade através do estudo,tudo teria sido diferente.
    Vai em frente...voltarei breve!
    beijinhos e votos de muita paz.

    ResponderExcluir